Barbarismo, Não 2

Por que o Editor maluco escreve “blogue”, “saite”, “linque”, “internete” ou “daunloude”?

Por uma questão muito simples. Trata-se de uma manifestação ideológica de preservação e enriquecimento da língua portuguesa.

As línguas são fenômenos mutáveis. Com as alterações sociais e tecnológicas, estamos sujeitos à utilização de termos estrangeiros ou à incorporação de estrangeirismos. Para que a língua não padeça, esta segunda alternativa parece mais aceitável.

Dessa forma, o Editor do presente “saite” (ou “sítio”, como queira) entende ser irrazoável a ampla utilização da nomenclatura em inglês, quando o Novo Acordo Ortográfico permite o aportuguesamento de palavras estrangeiras, sobre tudo da língua inglesa.

Dessa forma, para que a nossa língua não sucumba aos idiotismos, este saite lança a campanha “Barbarismo? Diga não!”

Conclamam-se os operadores do direito, e demais internautas, a disseminar o aportuguesamento de termos.

Obrigado àqueles que aderirem à campanha.

Benites Jurídico.

6 Responses to “Por que escrevemos “blogue”?”


  1. 1 Anselmo 21/10/2009 às 00:46

    Muito bom.

    • 2 benitesjuridico 21/10/2009 às 13:09

      Muito obrigado, Anselmo.
      Benites Jurídico.

  2. 3 Solange Botelho 08/12/2009 às 19:27

    Conte comigo para divulgar a campanha!!

    Barbarismo – Diga Não!!!!!!

  3. 4 Gertrudes 29/01/2010 às 11:59

    Eu acho uma excelente iniciativa!… Se temos o privilégio de possuir um dos idiomas mais flexíveis e bonitos do mundo, por que desperdiçar esta oportunidade! Já herdamos tantas palavras do nosso povo nativo… Vamos aumentar o nosso dicionário…

  4. 5 Nascimento 21/12/2010 às 04:40

    Concordo, o problema é como transliterar e quais transliterar, pois por exemplo para frame poderia se transliterar para freime, mas quadro é a traduçao ao português do puro, porém para mainframe o negócio de tradução literal é mais que complicada é impossível, ficaria como “quadro-princial”, backbone, ficaria espinha-dorsal, que é horrorível (horroroso e terrível) gostou da minha contribuição ao idioma, rsrsrs.

    Nossa Acadêmia de Letras é uma piada, não tem um dicionário Online para consulta, mas legislar e apontar o dedo, ninguém se abastem, se tivesse um dicionáriozão comunitário e nacional para que pudéssemos enriquecer, um wikidicionário só que mais regradinho na segurança, ia ser água de coco para o sedento beber.

    Mas linque com k seria mais lógico e deixaria o “qu” para o fonêma do falecido “qü”, isso que deu a gente ficar sem 3 letras por tanto tempo e os ingleses dominando o mundo, agora não sabemos o que fazer com as letras que sobram, não encaixam em nada direito.


  1. 1 Diga não ao Barbarismo na internete « Blogue Barbarismo Wordpress Trackback em 11/10/2009 às 02:26

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Este saite recebeu

  • 135,688 visitas desde 29/08/09

%d blogueiros gostam disto: