Inquirição de Testemunhas no Processo Penal após a Lei 11.690/08

Juiz 7

Com a nova redação do art. 212 do CPP, dada pela Lei 11.690/08, a doutrina e a jurisprudência passaram a questionar se o juiz poderia continuar realizando as perguntas antes das partes ou não. Há forte entendimento de que o magistrado somente poderá inquirir as testemunhas depois das perguntas da acusação e da defesa.

Para saber mais, clica aqui e acessa o artigo do Dr. Nórton Luís Benites, Juiz Federal da 4ª Região.

O presente saite publica com exclusividade esse artigo.

Por gentileza, comenta.

1 Response to “Inquirição de Testemunhas no Processo Penal após a Lei 11.690/08”


  1. 1 Luciano 16/10/2009 às 21:40

    Muito bom este artigo, demonstra com profícuo rigor técnico uma questão delicada que certamente vem atormentando os juízes de primeiro grau. Parabéns Dr. Norton.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Este saite recebeu

  • 135,688 visitas desde 29/08/09

%d blogueiros gostam disto: